Se você está interessado em baixar algum álbum postado a partir de 2015, entre em contato por e-mail: prolasdorock@yahoo.com ou deixe seu contato nos comentários (este não será visível publicamente), e o link será enviado o mais breve possível!


Mais informações aqui: http://goo.gl/ra9cdp


-------------


If you are interested in downloading any posted album from 2015, contact by email: prolasdorock@yahoo.com or let your email in comments (this will not be visible publicly) and the link will be sent as soon as possible!


More info here: http://goo.gl/ra9cdp

sábado, 27 de julho de 2013

SPACE ROCK - AKASHA - Same - 1977


Obscura pérola norueguesa formada no norte do país, o Akasha lançou apenas um álbum em 1977 de apenas 1000 cópias, com uma produção "precária" no prédio da BAT Records no vilarejo de Kjøllefjord, sendo extremamente raro nos dias de hoje.
O som da banda no seu disco homônimo é dominado pelo space rock e progressivo eletrônico, um som viajante e obscuro. Passa por longas passagens instrumentais, principalmente de sintetizadores e mellotron, a guitarra distorcida também tem algumas bons momentos. As músicas são todas em inglês.
Pérola altamente recomendada para quem gosta do progressivo dominado pelos teclados e de space rock.
Link

The production isn't that great, it has that homemade feel, and was recorded in bomb cellar at hotel in the band's home town. Despite that, it's an excellent example of spacy prog, loaded with tons of spacy electronic effects off synthesizers, and tons of Mellotron that's ever present! You can't go wrong with that if you're a Mellotron fan! The singing is in English, with a strong sci-fi bent to them.
ProgArchives

Sverre Svendsen - Vocal, Mellotron
Kjell Evensen - Bateria
Arild Andreasson - Baixo
Jens-Ivar Andreassen - Guitarra, Mellotron, sintetizadores, piano, orgão
Tor Johnny Hansen - Letras e vocal

1. Isle Of Kawi (11:05)
2. Bondage (6:20)
3. Regitativ (1:51)
4. Electronic Nightmare (2:16)
5. Death Hymn (5:17)
6. Light And Darkness (6:28)
7. The Trip (3:58)
8. Man of The Void (4:51)

Nenhum comentário:

Postar um comentário