Se você está interessado em baixar algum álbum postado a partir de 2015, entre em contato por e-mail: prolasdorock@yahoo.com ou deixe seu contato nos comentários (este não será visível publicamente), e o link será enviado o mais breve possível!


Mais informações aqui: http://goo.gl/ra9cdp


-------------


If you are interested in downloading any posted album from 2015, contact by email: prolasdorock@yahoo.com or let your email in comments (this will not be visible publicly) and the link will be sent as soon as possible!


More info here: http://goo.gl/ra9cdp

terça-feira, 20 de outubro de 2015

ZAM ROCK - RIKKI ILILONGA - Zambia - 1975


Mais uma pérola vinda da Zâmbia, país responsável por uma das cenas rock'n'roll mais interessantes de toda a África e muito disso graças ao guitarrista Rikki Ililonga. Ele começou a tocar ainda jovem e formou algumas bandas locais, com destaque para Musi-O-Tunya. Logo se tornou uma das figuras mais importantes do "Zam Rock", partindo para carreira solo, quando lançou 3 álbuns nos anos 70. Infelizmente faleceu devido a complicações da AIDS anos mais tarde.
Posto aqui seu debut de 1975, intitulado Zambia, onde o músico é responsável por todos os instrumentos e vocais. Nas 10 faixas presentes ouvimos um som simples e rústico, transitando por blues e folk acústico, ritmos tradicionais e rock psicodélico, com destaque para guitarra fuzz que não é tão presente quanto nos outros registros do país, mas rende bons momentos, além de percussão e harmônica. As letras são em inglês e línguas locais, tratando de problemas sociais e sentimentos. Destaque para "The Hole", "Hot Fingers", "Sansa Kuwa" e "Se Keel Me Kweek".
Não é um dos grandes trabalhos do Zam Rock, mas mesmo assim recomendo para fãs do estilo.

There’s a little more polish to this stuff (and a lot of acoustic guitar-based singer/songwriter stuff), as opposed to the wildass in-studio jams of the Musi-O-Tunya album, but Ililonga doesn’t restrain himself that much — he takes one of his scorching guitar solos through the entirety of “Sansa Kuwa,” and the funk groove of “The Hole” is unstoppable. Ililonga’s English-language lyrics are frequently dark, dealing with depression and social problems in Zambia, as opposed to the party anthems many other African groups were recording at the time, and his voice is weirdly compelling, more reminiscent of Damo Suzuki than peers like Fela or Sir Victor Uwaifo.
Text: AllMusic

Rick Ililonga (vocal, guitarra, violão, bateria, baixo, percussão)

01 The Hole
02 Sheebeen Queen
03 Zambia
04 Hot Fingers
05 Musamuseka
06 The Nature of Man
07 Sansa Kuwa
08 Stop Dreaming Mr. D
09 The Queen Blues
10 Se Keel Me Kweek

Um comentário:

  1. Se você está interessado em baixar o álbum postado, entre em contato por e-mail: prolasdorock@yahoo.com e este será enviado o mais breve possível!

    -----

    If you are interested in downloading the posted album, contact by email: prolasdorock@yahoo.com and it will be sent as soon as possible!

    ResponderExcluir