Se você está interessado em baixar algum álbum postado a partir de 2015, entre em contato por e-mail: prolasdorock@yahoo.com ou deixe seu contato nos comentários (este não será visível publicamente), e o link será enviado o mais breve possível!


Mais informações aqui: http://goo.gl/ra9cdp


-------------


If you are interested in downloading any posted album from 2015, contact by email: prolasdorock@yahoo.com or let your email in comments (this will not be visible publicly) and the link will be sent as soon as possible!


More info here: http://goo.gl/ra9cdp

sábado, 25 de janeiro de 2014

KRAUTROCK - DÜDE DÜRST - Krokodil Solo - 1971


Trabalho solo do baterista suíço Düde Dürst, paralelo a sua banda na época, o Krokodil. O músico também participou de outros grupos menores do país, como o Wiebelfetzer e outros, na carreira solo Düde lançou dois álbuns, esse de 1971, que posto aqui, e um mais recente de 2009.
O disco Krokodil Solo, lançado em 1971 traz apenas 2 longas faixas instrumentais, ambas viajantes e experimentais, que podem ser classificados como Krautrock, mas com passagens de rock progressivo e jazz. Momentos obscuros e psicodélicos podem ser ouvidos nos longos e vários solos de bateria, lembrando um pouco os alemães do Rupus Zuphall, outros instrumentos como sax, flauta, piano e tabla também aparecem muito bem, dando um tom melancólico em algumas partes.
Um belo disco, pérola recomendada para quem gosta de krautrock e improvisações.
Link

Solo work of Swiss drummer Düde Dürst, parallel to his band at the time, Krokodil. Düde released two solo albums, first in 1971, and most recent in 2009. 
The album Krokodil Solo, released in 1971 only brings 2 long instrumental tracks, both travelers and experimental, which can be classified as Krautrock, but with passages of jazz and progressive rock. Obscure and psychedelic moments can be heard in long and several drum solos, slightly reminiscent of the German Rupus Zuphall, other instruments such as saxophone, flute, piano and tabla also appear very well, giving a melancholy tone in some parts. A beautiful album, pearl recommended for those who like krautrock and improvisations.

Info & Reviews: Prog Archives


Brew Bruckner (guitarra)
Düde Dürst (bateria, percussão, tabla)
Jonas Häfeli (flauta, saxofone)
Terry Stevens (baixo, piano, percussão)

1. Chemical Harvest (19:32)
2. The Sound of Sunshine (16:55)

Um comentário: